Blog do curso de Tecnologia em Logística da Faculdade INESUL

01
Out 13

A mineradora Valeanunciou nesta quarta-feira a venda de 35,9% de sua empresa de logística VLI para a japonesa Mitsui e o fundo de investimentos do FGTS, administrado pela Caixa Econômica Federal, por R$ 2,7 bilhões, e está em negociações para se desfazer de uma fatia adicional.

Segundo fato relevante, a Mitsui pagará R$ 1,509 bilhão por 20% por cento da VLI, enquanto o fundo do FGTS desembolsará R$ 1,2 bilhão por 15,9% da companhia de logística.

A mineradora também informou que está em negociações exclusivas com um consórcio liderado pela canadense Brookfield para venda de cerca de 26% da VLI, com termos e condições ainda em discussão.

Na eventualidade de a transação com a Brookfield ser concluída, a participação da Vale na VLI poderá ser reduzida para menos de 40%, acrescentou a mineradora em nota.

"A Vale vai ter uma participação minoritária quando os três acionistas tiverem todo o conteúdo. No futuro nós até enxergamos um processo de IPO, de oferta pública, para que o público brasileiro e internacional também possa ser acionista", afirmou o presidente da mineradora, Murilo Ferreira, após reunião com a presidente Dilma Rousseff, em Brasília.

Ao comentar sobre o aguardado acordo, o executivo projetou que a empresa de cargas gerais da Vale - que não inclui o principal produto da companhia, o minério de ferro-- trará muito valor para "esses acionistas que ingressam nesse estágio da empresa".

"A alienação de participação no capital da VLI é consistente com a estratégia da Vale de eduzir sua exposição a ativos considerados non-core...", disse a Vale.

Do valor total envolvido na negociação, uma parcela de R$ 2 bilhões será destinada ao aporte de capital na VLI, que emitirá novas ações que serão subscritas e integralizadas pela Mitsui e pelo FI-FGTS.

Os valores aportados na VLI serão utilizados para o financiamento de parte do seu plano de investimentos.

O restante dos recursos envolvidos nas operações, no valor de R$ 709 milhões, será pago pela Mitsui para a Vale em troca de ações da VLI detidas pela Vale, segundo fato relevante.

A mineradora ressaltou que, tendo em vista as oportunidades oferecidas pelo mercado de logística no Brasil, a VLI possui plano de investimentos de R$ 9 bilhões ao longo do período 2013-2017, a ser financiado pelo aporte de capital de R$ 2 bilhões, geração de caixa operacional e endividamento.

publicado por INESUL às 09:50

Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
14
15
16
17
18
19

20
21
25
26

27
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

28 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO