Blog do curso de Tecnologia em Logística da Faculdade INESUL

21
Jul 13

epcblog.jpg

 

A adoção mundial do código de barras padrão GS1 por milhões de empresas

demonstrou ser a automação uma ferramenta decisiva para a melhoria da

economia globalizada; e nesse processo desenvolve-se o EPC (Código Eletrônico de Produto).

“O melhor disso é que seu desenvolvimento no País ocorre simultaneamente aos de outras nações”,

salienta Sergio Ribinik, CEO da GS1 Brasil que integra o grupo de

governança mundial da nova tecnologia. Com o EPC cada item terá o seu próprio

número individual codificado em uma etiqueta de radiofreqüência (RFID).

Os leitores farão a captura dessa identificação e serão capazes de indicar onde

o item está e em quais condições, comunicando-se com bancos de dados

remotos pela Internet. Com isso, consegue-se a identificação automática

e a rastreabilidade de produtos em tempo real. A utilização do novo sistema

oferece uma série de benefícios, como a leitura de itens sem a proximidade do leitor,

permitindo, por exemplo, a contagem instantânea de estoque; a melhoria das práticas

de reabastecimento com eliminação de itens faltantes e/ou com validade vencida;

identificação da localização dos itens em processos de recall (busca);

a verificação imediata dos produtos nas prateleiras ou no “carrinho” do varejo;

e possibilidades sem limites de melhorias e individualização de serviços ao consumidor.

O EPC, uma oportunidade de maior eficiência nos negócios e na logística, significa

 o rastreamento total dos produtos na cadeia de suprimentos, com economia de tempo,

custos e maior segurança para empresas e consumidores.

publicado por INESUL às 19:22

Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
18
20

23
24
25
26
27

28


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

28 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO